} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

Primeiro dia

Chuva, um filho em casa e outra com varicela.
Parece um excelente dia para treinar. 
Sem desculpas. 
Tocaram à porta, respirei fundo - como respira uma pessoa que nunca fez mais que exercício a fingir- e depois de analisar a avaliação que fizemos a semana passada e conhecer ao pormenor o treino - depois vou mostrar todas estas questões mais técnicas e muito importantes, lá começámos. 
50 minutos de alguma (imensa) dor mas daquela dor boa que nos faz querer continuar e achar que somos capazes de tudo.
Braços a tremer, pernas a tremer, coração a tremer. 
Fiquei exausta como deve ser mas o João sempre a puxar por mim e dizer-me que estava a ir lindamente. Estas mentiras ajudam imenso! 
A Princesa Sofia foi a nossa música de fundo e a sala o nosso ginásio. O próximo treino é já Quinta feira, faça chuva ou faça sol. Em casa, ou lá fora.
Estou pronta, preparada e motivada! 




Comentários

  1. Adoro!! Se começou com varicela e chuva e bebé em casa, já não há desculpas possíveis! 👊 ( e fiquei cansada e a tremer com as fotos!)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário