6/25/2015

Festa da escola

A minha filha, que tem vindo a ser cada vez menos tímida à medida que cresce, fez de ratinho da Cinderela na festa da escola.
Tinha umas orelhas, um nariz e bigode pintados, um lenço na cabeça, uma cauda por fora da saia.
O papel dela era para a idade. Dançar e andar à roda.
Estava feliz, orgulhosa e não tirava os olhos de mim que estava feliz, orgulhosa e não tirava os olhos dela.
Há qualquer coisa de absolutamente comovente de os ver ali, fortes, com o papel decorado, minúsculos a serem grandes, perderem a vergonha,  a superarem-se.
Este orgulho é muito maior que tudo o que ali estão a fazer.
Mesmo quando não fazem nada estamos com aquela cara de pais de filhos nomeados ao Óscar.
Já ganhaste, ratinho.


No comments:

Post a Comment