} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

Finalmente nos eixos - avaliação

Esta terça feira tive avaliação.
Por causa da avaliação passada estava um bocado nervosa - é assim que eu sou - porque a verdade é que não me importo de ficar igual, até porque o meu objectivo não é ser uma guru. Nem do desporto e nem (muito menos) da dieta.
Gosto de poder comer mal às vezes, não pensar muito ao fim de semana e ser uma pessoa normal, com uma vida normal.
O mês passado essa normalidade é capaz de ter passado um bocadinho dos limites e a verdade é que sem me aperceber comi pior e isso bastou para não corresponder ao esforço que fiz durante os treinos.
Este mês, não fui exemplar. Comi gelado, sushi, fui a um casamento e isso dispensa uma descrição mas basicamente não pensei no que comi e até comi num destes fins de semana hambúrguer com batatas fritas.
Mas deixei o pão do pequeno almoço e jantei sempre bem. Isso e exercício bastou para melhorar na avaliação.
Este mês fiz também 3 corridas entre treinos. Duas às 6 da manhã e uma ao final da tarde.
E isto é exactamente o que eu quero na minha vida. Poder compensar o corpo com exercício em vez de o estar constantemente a privar do que eu acho que é viver tranquilamente e sem exageros.
A SportsLab pensa como eu e isso descansa-me. Querem os bons resultados, exigem de mim o que sou capaz de dar, ficam felizes se evoluo, se mostro motivação, se estou determinada, feliz, positiva e se atinjo os meus objectivos. São reais parceiros e amigos que querem sempre, o meu melhor.
Queria ter posto os resultados ontem mas o que costuma acontecer é que assim que o treino acaba o meu filho acorda e já não dorme até ao final do dia e o tempo para estar em frente ao computador deixa de existir.
A maior parte das vezes, escrevo à noite, trabalho à noite e paro para pensar, também à noite.
Mas correu bem e estou feliz.
Perdi 900 gramas e massa gorda o que significa que estou a evoluir bem e a caminho dos objectivos.
Este mês não houve medições de perímetros (pernas, cintura) porque num mês os valores costumam ser mínimos para que 1 ou 2 cm a mais ou a menos possam ser contabilizados (podem ver todas as avaliações aqui)
Depois da avaliação corremos lá para fora para aproveitar o tempo e foi literalmente a abrir. Fiquei derreada apesar de ter sido mais curto.
Estou cada vez mais fã do TRX™ - treino em suspensão. É absolutamente exigente, completo e é quando me sinto a trabalhar mais todos os movimentos e músculos que tenho. No dia a seguir acordo sempre feita num oito e estranhamente, isso é óptimo.
Para acabar um recado: a Sportslab é a mãe da FhitUnit, são eles que promovem os treinos na praia que continuam gratuitos e absolutamente geniais. A partir de agora, já têm página no Facebook onde podem ficar a par de tudo o que se passa por lá e estar atentos às inscrições para ir treinar na praia. Sigam-nos aqui.








Este foi o treino de ontem e amanhã há mais! 

Comentários