Fora de horas

Para contar esta história.
Quando fui para o hospital, exactamente às 40 semanas, levei a mala, uma fotografia do meu marido com a minha filha, e uma tarefa. Fazer uma filmagem para o projecto do Tiago Bettencourt para o qual queria muito contribuir.
Gosto muito do Tiago como pessoa, poeta e músico e as letras dele são do melhor que a língua portuguesa tem visto.
O videoclipe foi feito com vídeos enviados pelos portugueses e nós estamos lá. Eu, e o meu filho com apenas duas horas de vida, ainda no recobro contra as jogatanas no país.
É uma música que não consigo ouvir sem me comover.
Aquilo que eu não fiz do álbum Do princípio. Nós, estamos mesmo no fim.
Até amanhã.


Comments