} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

A birra é natural. Blédina.

Cá em casa as birras fazem parte do dia a dia.
E quanto mais filhos, mais birras. Parece que aprendem e apuram as técnicas à
medida que vão crescendo. :)
A birra silenciosa, a que envolve espernear, correr para o quarto, gritar “não”...
Há de tudo.
Felizmente, na maior parte das vezes vão tão rapidamente como vêm. Porque passam, porque se lembram de outra coisa mais interessante, porque lhes damos uma ajuda.
A Blédina, como eu, acha que as birras são naturais e por isso lança um simples desafio: registar uma pura birra do seu filho entre os 6 meses e 3 anos e fazer o upload em www.purabirra.pt. Há prémios semanais, mensais e um super prémio final de um ano de produtos Blédina para a melhor birra. Veja as condições em www.purabirra.pt e Participe! A birra é natural e pode dar muitos prémios!




Post escrito em parceria com a Milupa Comercial SA.



Comentários