Ela é linda sem make up

Antes dela nascer, e apesar de ser a minha filha mais velha, já tinha estado grávida.  Não consigo dizer que por isso não era já mãe porque o fui. Pouco mas muito pouco tempo, mas fui.
Mas depois veio ela. A filha que me fez mudar tudo,  acreditar no mundo e duvidar dele,  a que me fez ser mais resistente,  mais forte,  mais dura, a que me fez chorar,  sorrir, e tudo isso ao mesmo tempo. 
A que às vezes me fez intransigente, a que me fez relativizar, a que me fez ser leoa.
Chocou-me esta filha por ter sido o meu grande teste. Das dores do pós parto às dores do coração, à completa privação de sono e mais de um ano a gerir um ser magrinho que não gostava de comer, esta filha fez-me/nos passar por todos os testes. Menos um. A certeza que a amávamos mais do que tudo na vida. Isso era claro. 
Fomos dela,  os piores pais do mundo.
Ao 4º dia de vida entalamos-lhe a perna no cinto do ovo e fez sangue. Deixámos cair frascos de creme por cima dela depois de batermos numa prateleira e foi cobaia da nossa inexperiência vezes sem conta mas sabe Deus como,  sobreviveu ao nosso nervoso miudinho.
E saiu bem.
Ela é linda. Embora não o saiba  ela é perfeita.  Sensível,  boa, prestável,  amiga.
A sua vaidade mistura-se com uma insegurança que só os pais lhe reconhecem.
Mascara-se vezes sem conta e isso protege-a não há dúvidas. Sai com vestidos e véus e saias e nós não queremos saber. Sempre foi o nosso mote, antes convencida que insegura e ela tem sabido crescer com um coração sem igual. 
Apesar de no primeiro ano não ter comido nada e até aos dois anos e meio não ter dormido, sempre foi uma miúda feliz e bem disposta e que não deu trabalho. Era sossegada mas alegre e de sorriso fácil. Sensível, querida e como mulher que é, dramática. De mim acho que tem a sensibilidade e o sentido de justiça. Do pai, a bondade e o espírito de aventura que lhe fica tão bem. 
Sinto que a estamos a criar bem, embora a medo, como todos os filhos. Queremo-la acima de tudo confiante talvez por às vezes duvidarmos que o seja. Mas todos os dias nos surpreende, quando se supera, quando decide e faz, quando avança. E que nem tontos aplaudimos todos os seus feitos, de pé, todas as suas conquistas e queremos que cresça a sentir-se bem neste mundo e com ela mesma. Que se ache bonita por dentro e por fora, que saiba lidar com as injustiças que tanto a magoam e com maldades que possam surgir. És forte miúda.
Faz 5 anos amanhã e não faz ideia de como é linda. 
Parabéns Leonor. 
Obrigada por me teres transformado e por seres o primeiro sentido de tudo. Nunca me esqueço mas tu estás sempre a lembrar-me. 
Amo-te. 

Comments

  1. Parabéns! Texto maravilhoso!!!! O amor é o melhor desta vida ❤

    ReplyDelete
  2. Que lindas palavras. Imaginei todo o sentimento por detrás de cada uma.
    São estas peripécias, desafios e erros que nos fazem crescer. Ainda bem que eles existem, nos põe à prova e ainda bem que temos consciência para melhorarmos.
    Parabéns a ela!
    Parabéns pelos 5 aninhos de aventuras!
    Beijinho grande
    Lu, blogdamamalu.blogspot.com

    ReplyDelete

Post a Comment