} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

2020/2021

No outro dia o Zé Maria disse que o dia em que mudou de escola foi o pior dia de sempre. Nesse ano, mudaram todos de escola. A Leonor entrou para o primeiro ano, o Zé Maria para o segundo ano do pré escolar e a Luísa entrou na creche pela primeira vez  (e depois acabou por sair e ficar comigo mais um ano). Estávamos todos arrasados emocionalmente. Lembro-me que tive que deixar o Zé Maria e ficar com a Luísa na sala. Ele diz que chorou o dia todo. Nunca pensei que se lembrasse com tanto pormenor. Foi há 3 anos.  Está especialmente nervoso este ano. Vai entrar para o primeiro ano, depois de sete meses em casa. Diz que não quer ir apesar de todo o nosso incentivo e até da Leonor que adora escola e lhe diz que vai ser espectacular. Os meus filhos nunca foram de amar a escola. E eu sou forte promotora porque se for bom, é óptimo. A Leonor quando entrou com um ano esteve 15 dias sem comer e sem dormir. Diziam que ela estava muito apegada a mim, como se isso fosse mau. Como se ter estado com e…

1 ano depois

Um ano separa estas duas fotografias. Já só me queixava. Só cabia em leggins. Tinha azia. Dormia sentada o que mal dormia. Ia umas 10 vezes à casa de banho durante a noite. Tinha calor e já não queria ir à praia. Foi a gravidez mais exigente com um "bebé" de 2 anos e meio a querer colo e a mãe e a gravidez que passou mais depressa porque não há muito tempo para pensar. Tive um descolamento de placenta às 10 semanas e tive que estar 10 dias de repouso que me/nos pareceu um mês. Tive uma dor na perna que me levou ao Hospital e não era nada e um dia de dores de cabeça muito fortes.
Umas semanas depois desta fotografia tudo isto passou. Com a Luísa vieram outras mazelas mas quero lá saber. Um filho excede mesmo as expectativas e faz-nos apreciar a vida. Todos os dias. Obrigada aos meus.

Comentários

  1. E tu es mesmo uma pessoa especial, uma mulher e Mae especial! Um beijinho no teu coração

    ResponderEliminar

Publicar um comentário