Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

2020/2021

No outro dia o Zé Maria disse que o dia em que mudou de escola foi o pior dia de sempre. Nesse ano, mudaram todos de escola. A Leonor entrou para o primeiro ano, o Zé Maria para o segundo ano do pré escolar e a Luísa entrou na creche pela primeira vez  (e depois acabou por sair e ficar comigo mais um ano). Estávamos todos arrasados emocionalmente. Lembro-me que tive que deixar o Zé Maria e ficar com a Luísa na sala. Ele diz que chorou o dia todo. Nunca pensei que se lembrasse com tanto pormenor. Foi há 3 anos.  Está especialmente nervoso este ano. Vai entrar para o primeiro ano, depois de sete meses em casa. Diz que não quer ir apesar de todo o nosso incentivo e até da Leonor que adora escola e lhe diz que vai ser espectacular. Os meus filhos nunca foram de amar a escola. E eu sou forte promotora porque se for bom, é óptimo. A Leonor quando entrou com um ano esteve 15 dias sem comer e sem dormir. Diziam que ela estava muito apegada a mim, como se isso fosse mau. Como se ter estado com e…

Fomos até ao sítio onde queremos viver...

Tem um sabor agridoce quando tocamos na perfeição.
Fomos passar o fim de semana fora e viemos embora a querer viver ali. Cada vez mais percebemos que a vida na cidade nos engole, que os dias passam a correr e que metade do stress é provocado só pelo simples facto de ter calhado nascer aqui. Não nos podemos queixar nem nos queixamos, mas a vida também é movida pelos sonhos e o nosso é este, um sonho muito difícil mas que nos acompanha e pode ser que um dia.
Até lá, aproveitamos as oportunidades que a vida nos dá e esta sorte que temos pelo simples facto de podermos sair.
Já tínhamos utilizado a Homeaway várias vezes para pesquisar casas de férias, na altura do Verão. Há de tudo e podemos escolher o que é para nós fundamental consoante aquilo que procuramos.
Desta vez queríamos convidar uns amigos queridos e que partilham do mesmo sonho por isso tinha que ser uma casa grande para a filharada toda, queríamos que fosse bom para crianças, que fosse perto para não perdermos muito tempo em viagem e aproveitarmos ao máximo, que pudessemos levar o nosso Google para ele também regressar às suar origens (é um cão Alentejano de Arraiolos) e correr e brincar com espaço, que tivesse animais "da quinta". O que nos calhou foi isso e muito mais. A casa é ainda melhor do que parece nas fotografias e sei que também nunca a vou retratar como merece. O que aproveitamos foi para além do esperado, o tempo anormal para esta altura do ano ajudou e pudemos ainda aproveitar a piscina, as oliveiras carregadas de azeitonas linda, as galinhas, o Zacarias - burro pedinchão, os cães.
Enfim, foi um fim de semana incrível no campo, com passeios de bicicleta e comida... muita comida.
Se não conhecem a Homeway visitem aqui o site e a casa para onde fomos aqui.



















Comentários