Debaixo da árvore

Há uma memória que nunca mais esqueci de um dos meus Natais. Devia ter uns 4/5 anos e passava como sempre o Natal em casa de uma tia, irmã do meu pai. O Pai Natal chegava à meia noite como todos os anos. Os meus pais e tios queriam encher a árvore e não havia meio de eu arredar pé da sala. Entretida a ver televisão conseguiram pôr todos os presentes debaixo da árvore sem que notasse. Quando me virei, já passava da meia noite. Acho que a partir desse dia, acreditando em Deus e no que o Natal verdadeiramente representa, nunca deixei de acreditar no Pai Natal e ainda hoje acredito e faço acreditar.
Receber presentes se formos a ver não tem importância, o valor que acrescenta é relativo se formos sempre recebendo coisas. Porque as coisas têm a dimensão que cada um lhe dá. Mas não tenho vergonha de dizer que gosto quando sei que alguém me comprou/fez/criou um presente a pensar em mim. 
Recebi presentes ao longo da vida que nunca mais me esqueci. O meu pai deu-me o meu primeiro carro quando eu tinha 21 anos, era um Polo, antigo, em 3ª mão, encarnado, lindo. Deu-mo no Natal. Disse que "este ano o pai não pôde gastar muito dinheiro, sabes como são as coisas" e deu-me um embrulho, em formato de livro. 
Se me restava alguma esperança, morreu ali. Abri conformada e quando vejo com olhos de ver, era uma moldura com uma fotografia do meu pai, dentro do meu carro novo. É claro que receber um carro, mesmo que velho, é um presente que nunca mais se esquece, mas o meu pai pensou em tudo. 
Este ano o meu marido e eu decidimos o presente que nos vamos dar um ao outro. Um sofá novo que vai ser adiado para os saldos e substituir o nosso de 9 anos, 1 cão e 3 filhos, comprado beje e hoje de cor suspeita. 
Há presentes para todos os gostos e há até quem não goste de dar nada, fazer amigo secreto ou dar só aos filhos. Há quem tenha listas sem fim para os colegas, amigos, conhecidos, família. 
Aqui ficam umas ideias, tudo coisas que eu facilmente daria às pessoas da minha pequena e enorme lista. 
Espero que gostem desta primeira selecção. Vai ser difícil escolher até porque como nunca faço isto tenho muitas coisas giras na gaveta para mostrar. Para a semana a selecção é só de brinquedos e presentes para os mais pequenos.
Feliz Natal.



1. Skechers S Light Dance. Ténis com luzes e carregamento via USB incríveis e que a Leonor vai receber mas não sabe - 65€ aprox.
2. Túnica Play Up - Minicool - 19,95€
3. Livro A Mãe Já Vai - tinha que puxar a brasa à minha sardinha. Para as mães, as recentes as com um ou mais filhos e também para as avós que às vezes não estão muito a par da nossa maternidade e dos tempos que correm - nalguns sítios está a 11,99€ mas o preço de loja é 13,99€
4. Chucha 0-3 meses Phillips Avent Sothie - 12,95€ na Minicool
5. Sleeve Shirt BAM - 60€
6. Fio com corações, prata e banho em ouro  (à escolha o número de corações) JayBee Jewelry
7. Causas sociais. Esta e esta ajudam as pessoas lesadas pelos incêndios mas muitas mais que podemos ajudar este Natal.
8. Vacinas. É um bom presente para pedir caso os vossos filhos já tenham tudo e é um bom presente para oferecer caso tenham essa possibilidade
9. Se é para receber meias, que sejam giras. A Tiger é loja ideal para quem tem, como eu, muitos sobrinhos. Num total de 10, a conta não sai barata. Esta loja tem coisas muito giras e acessíveis.
10. Para os homens que usam fato e camisa todos os dias  e também para as mulheres a Shirt by Hand é perfeita para quem quer dar um presente útil mas personalizado uma vez que as combinações de padrões e tecidos são todas escolhidas por nós e as camisas têm sempre o mesmo valor - 69€

Comments