Mais lidos de 2017

O blog faz 3 anos em Março.
Desde o primeiro dia abri as portas - não de minha casa mas claramente - do meu coração e revelei a minha maternidade,  a pessoa que sou. Tentei fazê-lo com humor mas acima de tudo com verdade e a verdade às vezes não tem graça nenhuma. Também falei de amor. Acima de tudo amor. Falei de marcas que se cruzaram na minha vida,  grandes e pequenas. Falei de sustos, de conquistas, de momentos inesquecíveis.
Conheci pessoas boas e por incrível que pareça nunca se cruzou comigo uma palavra menos simpática que chegasse a ofender. Isso é muito importante para mim.
Tracei metas para o ano que vem e anotei ideias que só estão à espera de um empurrão. Quero, em 2018 estar mais perto das pessoaa e pretendo fazê-lo. Quero dar um salto e sei que vou dar. Quero recuperar ideias há demasiado tempo no forno e quero acima de tudo ganhar coragem.
Obrigada a vocês. Às mensagens que me enviam, aos comentários que me deixam, às palavras sempre amigas. Os posts mais lidos por vocês:

1. A aeronave que mudou a minha vida.
Aconteceu qualquer coisa de estranho com este post. Desapareceu há 2 meses do blog. Consegui recupera-lo embora completamente desformatado.
O importante está lá.

2.  A solidão de estar contigo. É de 2015 e continua a ser um dos posts mais lidos.

3. Nunca mais vou ter mais filhos

4. Vou ser pai. Escrito pelo meu marido e pai dos meus filhos.

5. Comovi-me quando desisti.

6. O meu filho Salvador.

7. Time Out.

8. O meu filho do meio.

9. O colo da mãe.

10. Podem sair para a mãe chorar?

Se não leram alguns destes artigos e se quiserem, leiam, comentem e elejam os vossos preferidos.
Deixem sugestões e opiniões. :)

Um beijinho e obrigada por tudo. 

Comments