} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

Treino #9

O treino hoje foi lá fora.
A manhã tinha sido caótica. Pouco tempo entre o sair de casa e o ter que estar de volta para passear o cão, deitar o meu filho, estar de pequeno almoço tomado e pronta para treinar.

Só tomo o pequeno almoço depois de levar a minha filha à escola e regressar a casa. É péssimo, eu sei mas preciso de tomar o pequeno almoço sentada e sem pressas.

O treino começou bem até que João - Sportslab -  me dizer que "já estava fácil". Para quem? Pensei eu...

Esta t-shirt. que é perfeita para correr
mas me acompanhou neste treino é Puma
da In'OutSports
Então, os tempos foram de exercício foram dificultados e intensificados.
Fiz muito TRX e exercícios mais dinâmicos e senti-me mesmo bem apesar de absolutamente exausta. Sou completamente descoordenada e às vezes parece que nem contar sei. Troco o direito com o esquerdo, rio-me quando preciso de ter toda a força do mundo e sou naturalmente esquisita.
Mas estou feliz por me sentir a superar-me a cada treino e a já aguentar os eternos segundos sem (quase nunca) desistir.
Quinta feira há mais!

Comentários