} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

Há dias assim.

Fotografia: Pau Storch

Há dias em que ou tudo corre bem ou tudo corre pessimamente.
Este era um dia em que todos precisávamos de nos distrair e ocupar. Felizmente tínhamos recebido o convite para o Piquenique Oikos Sensations no Meo Outjazz. E foi mesmo bom.

Cá em casa somos (quase) todos adeptos de iogurte. Eu como muitas vezes ao pequeno almoço e ao lanche e os míudos a mesma coisa.
Para eles, foi o céu.

A Oikos da Danone acabou de lançar uma nova gama de iogurtes, estilo grego - só isso já é bom - com o plus da baunilha, lima-limão e straciatella - o meu preferido.

Todos adoraram mas ele esmerou-se. É menino para ter comido dois.

Música a acompanhar, sol, filhos felizes e uma óptima companhia. Obrigada por terem tornado o nosso dia muito melhor.
Fotografia cedida pela Oikos

Fotografia cedida pela Oikos
Fotografia cedida pela Oikos
Fotografia cedida pela Oikos
Fotografia: Pau Storch
Fotografia: Pau Storch
As mantas lindas são do Armazém dos Linhos.

Comentários