} Avançar para o conteúdo principal

Apresentados

episódio 2 - no corredor

Atravessou o corredor a medo. Era isso ou acordar novamente a irmã. O corredor era tão escuro que lhe parecia impossível a uma criança. As tábuas faziam-se notar a cada passo e ela preferia atravessá-lo em pressa do que se demorar por ali. Deviam ser uns 4 metros que lhe pareciam 12. Respirava fundo e ia de olhos fechados como se isso a protegesse do medo. O medo era de nada. Só do escuro, do desconhecido, do caminho, de não saber o que estava do outro lado.  Mesmo já tendo passado ali com a luz do sol. Quando chegava era bom e era mau porque era obrigatório voltar. Já sabia que nada se passava e que era só um caminho e mesmo assim voava para chegar o mais depressa possível. No dia a seguir era igual. Todos os dias.O mesmo corredor escuro. Todos os dias a luz da manhã a fazer esquecer a noite. As manhãs serviam para lhe descansar a alma e se rir de si mesma. Tinha a certeza que à noite não haveria medos porque estava tudo ali, tudo o que era para existir, tudo o que fazia realmente par

Quase a largar as fraldas


A Luísa está numa fase incrível. Acabada de fazer dois anos, cheia de vida, de coisas para dizer, de pequenas e enormes conquistas.
Começa a querer fazer chichi no penico e não gosta de ter a fralda molhada. Assim que faz chichi pede para mudar.
Aconteceu algumas vezes mudar a fralda antes de a deitar e ter que mudar novamente antes de dormir porque no entretanto fez chichi. 
Para mim é sinal que está a crescer e a querer largas as fraldas. Já começámos a ajudá-la nisso e está a correr mesmo bem. Devagar, ao ritmo dela e sem qualquer pressão ou pressa.
As nossas fraldas de eleição são e sempre foram Dodot, embora experimente de tudo e compre muitas vezes conforme as promoções e até conforme a idade e fase em que estão.
Para esta fase e para a Luísa estamos a usar as Dodot Bebé Seco exactamente porque aguentam mais e protegem a pele dela e muito provavelmente evitam ou retardam a sensação de molhado porque ela queixa-se muito menos e não preciso de lhe mudar a fralda logo a seguir a fazer chichi.
Estas fraldas têm canais de ar que permitem que o ar circule dentro da fralda. Cá em casa estão a resultar muito bem. O próximo passo talvez sejam as fraldas cueca que às vezes usa e se sente muito crescida e servem também de incentivo e facilitam as idas à casa de banho. 
Tanto a Leonor como o Zé Maria deixaram as fraldas relativamente cedo e de forma simples. Nunca insisti nem pressionei nem forcei e raramente houve deslizes. Acho que a Leonor nunca fez chichi na cama e o Zé Maria só porque dorme que nem uma pedra e tem mesmo de ir à casa de banho antes de dormir. Com a Luísa espero que seja igualmente simples. Ela já dá todos os sinais de querer e nós andamos ao ritmo dela. 

Parceria com a marca Dodot - marca que nos acompanha desde o primeiro dia, há quase 7 anos, quando nasceu a Leonor. 

Comentários

Publicar um comentário